ECONOMIA | Ampliação

Veículos Elétricos do Polo Industrial de Manaus ampliam mercados
A fábrica Sousa Motos foi a primeira do Estado a investir na seção e hoje consegue internar em todo o País




A fábrica emprega 130 funcionários, que trabalham em um único turno, na produção de motos a combustão, triciclos e caixa d’água (Foto: Thiago Modesto)

A crise econômica assombra vários empresários do País, mas na capital amazonense, há quem consiga ‘driblar’ alguns efeitos da recessão.

Esse é o caso da fábrica Sousa Motos, que aposta em veículos elétricos e de segmentos diversos desde 2010. Segundo o proprietário, Antônio Sousa, 65, que é natural de Crato (CE), a empresa foi a primeira do Estado no segmento elétrico de duas rodas, mas no início, apenas com motos e triciclos cargo.

“Iniciamos produzindo motos e triciclos, mas acreditamos muito na bicicleta elétrica e estamos sendo recompensados. A aceitação foi tamanha, que agora estamos produzindo o triciclo elétrico. Acredito que na próxima década, os elétricos irão dominar o cenário e nós, já estamos investindo e pesquisando nisso”, explicou.

A tecnologia usada em suas mercadorias é chinesa, mas o índice de nacionalização do produto é de 50% , sendo 35% do material produzido na própria empresa, como a fabricação dos chassis, e 15% dos materiais são adquiridos no mercado da própria Zona Franca de Manaus (ZFM), o que vai de acordo com a lei de Processo Produtivo Básico (PPB).

Para conseguir manter a produtividade no período em que tantas empresas fecham as portas, o experiente empresário revelou que conta com a compreensão de seus colaboradores e sempre investindo na pesquisa de mercado.

“Nós estamos diretos com nossos colaboradores sobre a empresa, por isso pedimos compreensão deles. Claro que continuamos investindo em pesquisa, sempre procurando investir no que pode nos trazer retorno futuramente”, expôs Sousa.

Em relação ao mercado, a Souza Motos possui representantes em 24 Estados brasileiros e o Distrito Federal. Só no Estado no Amazonas, as revendedoras da empresa já estão em 17 municípios.

“A participação da empresa no mercado nacional, está em constante crescimento. As nossas vendas estão direcionados para as regiões centro-oeste e sudeste, devido a logística”, disse Sousa.

A fábrica emprega 130 funcionários, que trabalham em um único turno, na produção de motos a combustão, triciclos e caixa d’água. Os planos da Sousa Motos, é trazer um novo produto em 2020.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |  19/10/2019 - 22h